Resenha: Anna e o Beijo Frances

Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?

*SUSPIRA*

         Fazia tempo! Tempo que eu queria ler este livro, desde que lançou nos ~EUA~para ser sincera. Quer dizer, tem beijo, e Paris e a autora tem cabelo azul. Como não querer ler?

         Criei altas expectativas e meses após ele ter sido lançado aqui no ~Brasil~eu criei vergonha na cara e comprei(tudo bem que isso significa ficar sem comer na escola por uma semana, mas  MAGRA &CULTA!)

         Deu para perceber que eu criei altas expectativas sobre ele, certo?

E que essas expectativas foram para lá de recompensadas!

         Deus! Fazia tempo que eu não lia um livro que me deixava flutuando, leve e aquecida! A Stephanie escreve de um jeito que você sente realmente que esta em Paris( para você que não me conhece, Paris é minha cidade favorita do mundo, já li uns três ou quatro guias turísticos sbre lá e sou absolutamente louca para aprender Frances)

         Este livro foi quase uma experiência extra sensorial! Ela descreve pontos turísticos como o Panteão, Notre Dame e a livraria Shakespeare and Company com uma riqueza de detalhes que você verdadeiramente sente que esta lá. E não são sós os monumentos, os doces, os gostos e ate mesmos os cheiros! Tinha momentos em que de ler eu ficava arrepiada, acho que nunca, nunca me senti tão dentro de um lugar como durante a leitura deste livro! Viagem looooooka!

         Os personagens são bem construídos, você realmente consegue sentir o que Anna sente, chega ate a ficar sem fôlego em alguns momentos! Outro personagens que eu amei foi James Ashley, pai de Anna que é a cópia cuspida e escarrada do Sparks! Uma das melhores sátiras que já li, o que so me fez amar ainda mais o livro.

         E apesar de ser um YA, ‘’Anna e o Beijo Frances’’ é um livro maduro, diferente de alguns YA’s aonde a maioria das personagens é meio tosca, bobinha.

A única coisa que eu tenho que reclamar um pouquinho (e isso porque não é a primeira vez que vejo isso em um livro da Novo Conceito) e da diagramação. Muitas vezes me peguei lendo o mesmo trecho para tentar entender o que estava sendo dito, e não porque havia erros de ortografia, ou de colocação da frase, foi a pontuação e a falta de travessões em certos diálogos que complicou, o negocio, vou transcrever um quotezinho aqui, só para vocês me entenderem

St. Cair balbucia desnorteado em uma pronuncia britânica irreconhecível. – Meu pai ‘’ézumiziota’’ . Eu vou matá-lo. Vou matá-lo, eu estou com ‘’zanzaaaaaaa’’ raiva. – Então, sua cabeça rolou para o lado e bateu violentamente contra o peito. Alarmada, levei-o ate minha cama e o segurei de lado para dar algum suporte

         A pontuação e os travessões atrapalharam um pouquinho e em outras vezes, sentimos falta deles. Talvez porque eu não li, devorei o livro e isso me irritou um tiquinho.

BTW, esse livro tem tantos quotes lindos e que me arrepiaram…mas eu MORRO de medo de dar spoilers e vocês ficarem bravos comigo! Hehehe

Isso é tudo que seu sobre a França: Madeleine, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa sobre o que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louve, tem formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estatua de uma mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs – ou qualquer nome que eles dão a estes- em cada esquina… Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo!

         Suuuper recomendado! O ano ainda não acabou mas ‘’Anna e o Beijo Frances’’ é um forte candidato á livro do ano! hehehe     

Só para completar o post( e encher ainda mais o saco de vocês) coloquei algumas fotchéénhos dos pontos turísticos que aparecem por lá e uma músiquinha no final, para embalar a leitura de vocês!

Shakespeare and Company
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Panteao
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 PS: Nao coloquei imagens do Louvre, da Torre Eiffel e do Arco do Tiunfo porque acho que todo mundo conhece mazomenos esse lugares! 🙂
 
 
Nesse caso serie Étienne! =P
 
Baisers, la fille en manteau violet!
 
 
 
 
 
 
Anúncios

6 comentários sobre “Resenha: Anna e o Beijo Frances

  1. Maísa Vequetini 27 de setembro de 2011 / 19:35

    Amandaaaaaa do céu! Essa resenha ficou OTIMA! Esse livro tambem… perfeito! E eu ri mto na parte “Magra e culta” AUHAUHAUHAUH
    Parabéns!!!

    Curtir

    • Amanda Ariela 27 de setembro de 2011 / 20:20

      uheuheuehueheuhueheuhe

      Que bom que tu gostou, Mísa! hehehehe

      Obrigada por comentar!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s