Filmes que Vi #8

18 set

Essas ultimas semanas foram lentas, tanto em relação a livros quanto a filmes. A faculdade começou de vez e estou correndo de um lado pro outro com pesquisas. Os últimos filmes que vi foram bem variados, mas, sob perspectivas diferentes (beem diferentes eu diria) gostei dos dois.

O Banheiro do Papa

1244854130_banheirodopapa02

O filme conta a história dos moradores de Melo que, aguardando a visita do Papa João Paulo II à cidade em 1988, decidem gastar todas as economias montando barracas de comida, na esperança de que, com o turismo gerado pela missa papal, fiquem ricos.

Na contra mão das barracas de comida está Beto, um contrabandista que todos os dias atravessa de bicicleta a fronteira Brasil-Uruguai em troca do sustento de sua família. Com o joelho machucado, ele decide investir seu dinheiro onde ninguém mais pensaria em investir: em um banheiro.

O filme tem tiradas engraçadas e é impossível não se envolver e torcer pelos personagens. Ele também tem cenas de quebrar o coração, mas que, segundo a minha mãe que é Uruguaia e que morou numa cidade aos moldes de Melo, extremamente verdadeiro e real.

Recomendo para aqueles que querem um filme latino americano que saia dos moldes da violência, das favelas e da ditadura.

(alias, tem um texto muito bom do Uol relacionando Melo a Guaratiba, cidade do Rio de Janeiro que deveria ser uma das sedes da Jornada Mundial da Juventude).

Espanglês

2004-espangles

Sempre que eu via esse filme na televisão, mudava de canal. Nunca gostei muito da proposta e algumas cenas que eu havia visto me irritavam profundamente. Vai saber porque, né?

Só sei que, em uma tarde a toa, decidi dar uma chance a Adam Sandler e Paz Veja (que eu jurava, de pé junto que era a Penélope Cruz) e não é que gostei?

‘’Espanglês’’ conta a história de uma mexicana e de sua filha que, em busca de melhores condições de vida, imigram para a América. Contratada para trabalhar como empregada doméstica de uma família americana, cujo pai é um chef de cozinha, a mãe uma neurótica insegura, a filha com problemas de auto imagem, o filho quase sempre ignorado e uma avó, ex-cantora famosa, a empregada acaba vendo sua filha ser iludida e envolvida por um mundo muito diferente de sua realidade.

Claro que, dessa vez, depois de ter passado por um processo similar, o filme teve um apelo maior para mim e até me emocionei algumas vezes.

Com o pouco que sei sobre o Adam Sandler, acredito que filmes que, a primeira vista pareçam bobos e ingênuos, no fundo, passam uma mensagem profunda e uma verdadeira lição de vida, sejam uma de suas marcas. Acho que ‘’Click’’ e ‘’Um Faz de Conta que Acontece’’ sejam bons exemplos disso também.

Beeijos, A Garota do Casaco Roxo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: