Azar o Seu – Carol Sabar

azar o seu

Nome: Azar o Seu

Autora: Carol Sabar

Editora: Jangada Editorial

Páginas: 368

Pense em um livro que toda vez que você lembra de um trecho, deixa um sorrisinho escapar. Isso acontece comigo com um monte de livros… Uma lembrança aqui, uma cena engraçada aqui, uma referência que só você entende e lá está o sorriso no rosto. “Azar o Seu” se juntou a esses títulos recentemente.

O livro conta a história de Bia, que está com a vida toda bagunçada. Ela perdeu seu emprego master-blaster de bom, depois de uma rasteira de uma colega e agora está atolada em dívidas e tem que ajudar seu pai a cuidar de sua floricultura. Certo dia, um parente distante morre e ela viaja na kombi velha da floricultura para prestar as homenagens. Depois de passar dias num lugar onde ela não quer estar e aguentar as gracinhas de um primo folgado, Bia está no caminho de volta para Juiz de Fora, pensando nas suas desgraças – parece eu no ônibus indo pro Terminal Bandeira, gente- quando o estranho do carro ao lado começa a acenar loucamente para ela, tentando se comunicar. Com o trânsito deixando tudo parado, o estranho sai do carro para conversar com ela e antes mesmo que ele possa abir a boca, um tiroteio começa.

Certa de que vai morrer, Bia conta para o estranho sobre todo o amor que ela tinha e ainda tem por Guga, o primeiro garoto pelo qual ela se apaixonou. O estranho, sem saber como reagir, não revela sua verdadeira identidade e assim eles começam a se reaproximar.

Pode parecer um pouco clichê, um assunto já batido, mas o legal de “Azar o Seu” é a forma inovadora que Carol Sabar usou para contar essa história, com flashbacks ao passado, muitas besteiras, várias trapalhadas e certa dose de vergonha alheia (tanto para a Bia, quanto para o Guga).

A narrativa se passa em Juiz de Fora, Minas Gerais, e só isso já deixa ela mais legal porque oferece uma perspectiva nova para gente como eu, que do Brasil conhece muito pouco.

Outra coisa importante é que, além do romance, o livro aborda muito a questão do perdão e do autoconhecimento. A história não gira só em torno do romance, mas também faz uma abordagem da vida profissional de Bia, de uma amizade perdida e o que ela pode fazer para melhorar nesses lados.

É um romance delicioso e fofo demais, ótimo para relaxar e se divertir. Os fãs de Meg Cabot, Sophie Kinsella e Carina Rissi, que quiserem fugir um pouco para Minas Gerais vão adorar essa história.

Beeijos, A Garota do Casaco Roxo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s